CIDADE DE SAMAMBAIA

A cidade teve início em 02 de agosto do ano de 1985, com a mudança dos dois primeiros moradores, Jose Ális e José Joaquim que se mudaram definitivamente para a primeira quadra vendida pela Terracap, QR 406. Em 1988 é inaugurada as casas da Shis (QR 408 a 414 e 602 a 614. Em março de 1989 é criado o assentamento para famílias carentes, nesta data, teve início a remoção das áreas ocupadas irregularmente, como Invasão da Boca da Mata, Asa Branca e outras. Em 25 de outubro de 1989, no primeiro governo de Joaquim Roriz, por meio da Lei nº 49 e do decreto 11921, Samambaia passa a ser uma região administrativa do Distrito Federal. Seu Regimento Interno foi criado por meio do decreto nº 12540 de 30 de julho de 1990. A cidade foi inaugurada em 25 de outubro de 1985.

Anteriormente, Samambaia fazia parte do Núcleo Rural de Taguatinga, posteriormente foi desmembrada e passou a ter administração própria.

Samambaia foi uma das primeiras regiões administrativas com planejamento urbano a serem criadas no Distrito Federal e serviu de modelo para a criação de outras regiões administrativas, tais como Riacho Fundo, Recanto das Emas e São Sebastião.

Samambaia hoje possui cerca de 220.806 habitantes (PDAD 2013).

A padroeira da cidade é Nossa Senhora Aparecida, cuja festa litúrgica se dá em 12 de outubro.

Etimologia
O nome da região administrativa foi dado em referência ao córrego Samambaia, que tem nascente próxima às quadras 127 e 327, a oeste da cidade.

Subdivisões
Samambaia é dividida em: Samambaia Norte (Quadras 200, 400, 600, 800 e 1000 – Expansão); Samambaia Sul (Quadras 100, 300 e 500); Setor de Mansões de Samambaia e áreas rurais compostas por fazendas, sítios e chácaras. Samambaia tem mais de 1.200 quadras oficializadas e não oficializadas. A maior delas é a quadra 502 seguida por 501 e 406.

Atualidade
Com o crescimento populacional ordenado, a região administrativa ganhou aspectos e perspectivas de futuro polo econômico e regional por estar situada na região central das regiões administrativas mais populosas do Distrito Federal (entre Taguatinga, Ceilândia, Recanto das Emas e Riacho Fundo). Samambaia conta com um planejamento urbano muito bom e serviços públicos de qualidade – totalmente asfaltada e com boa rede de esgotos, em razão de possuir áreas imensas para expansão comercial e econômica, diferente de outras regiões administrativas como Taguatinga e Águas Claras, em que este potencial de crescimento já se encontra saturado.

A região administrativa passa por grandes mudanças com a ocupação de todas as áreas destinadas a habitação, indústria e comércio. O crescimento e a valorização do comércio local, a melhoria do acesso e integração à cidade proporcionada pelo bom planejamento urbanístico da região, com vias amplas, metrô, hospitais públicos e particulares, melhoraram a qualidade de vida da população e tornaram a região uma alternativa interessante para o mercado imobiliário do Distrito Federal.

De forma que a paisagem muda constantemente surpreendendo os moradores, que tem dificuldades em acompanhar as mudanças de uma região administrativa que transforma-se gradativamente com a construção de prédios e comércio em toda a sua extensão.
A classe média do Distrito Federal passou não só a investir, mas a morar em Samambaia graças à melhoria dos índices de qualidade de vida, dessa forma tem recebido um número cada vez maior de brasilienses de todas as classes sociais, universitários e funcionários públicos da União e do Governo do Distrito Federal.

Empreendedoras Imobiliárias veem na região administrativa grande potencial de desenvolvimento; destaca-se também os grandes potenciais para o comércio (em expansão) e industrialização, a economia está em plena ascensão.

Principais pontos turísticos
Biblioteca Pública: EQR 609 / 611(Parque Ecológico Três Meninas).
Paróquia e Santuário de Santa Luzia.
Casa da Cultura: EQR 609/611(Parque Ecológico Três Meninas).
Estádio Regional de Samambaia (Rorizão): Centro Urbano, Quadra 301
Feicenter QS 412
Feira Permanente Área Especial QN 202.
Paróquia e Santuário de Santa Luzia: QS 304, Conjunto 3, lotes 1 a 3.
Fórum e Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT), um dos melhores do Distrito Federal: QS 502
Parque Ecológico Três Meninas: EQR 609 / 611.
Parque Gatumé: Entre as QR’s 425 e 427.
Pistão de Lazer: Avenida Sul, entre as quadras 100 / 300, e nas 1ª e 2ª Avenidas Norte, entre as quadras 200 / 400/600.
Praça do Cidadão: QN 519 / 521.
Vila Olímpica Rei Pelé QS 119.

Cultura
Via Sacra – Paixão do Cristo Negro (realizada na Sexta-feira da Paixão)
É um grande evento, o 3º maior do tipo no Distrito Federal (menor do que o de Planaltina e o de Santa Maria): são 200 atores, 500 na produção, o público é estimado em 25 mil pessoas numa área de cerca de 10.000 metros quadrados. Acontece desde 1996 e começou com apenas 15 atores, iniciativa da Paróquia Santa Luzia.

Caminhada Mariana – Mês de maio
Sempre acontece no final do mês de maio. O evento reúne devotos das 12 paróquias da cidade e do Recanto das Emas. Começa sempre às 14h no estacionamento do estádio Rorizão (QS 301). Reúne em torno de 6 mil pessoas. O evento tem ponto alto às 15h com a missa celebrada pelo Arcebispo de Brasília.

Festa junina – Mês de junho
Geralmente acontece no final de junho na área de lazer na QS 302. O Arraial é decorado com bandeirinhas de papel colorido e palha de coqueiro. Nesta festa acontece o Concurso Regional de Quadrilhas do Distrito Federal que é organizado na cidade, no qual as quadrilhas de todas as regiões do Distrito Federal disputam a classificação para o Concurso Nacional.

Aniversário da cidade – 25 de outubro
Em outubro é comemorado o aniversário da região administrativa na 1ª Avenida de Samambaia Norte com Missa, desfiles cívico-militares, shows de bandas e lazer para as crianças além de outras atrações como rodeio e um bolo gigante.

Sarau Complexo – Última sexta-feira de cada mês
Evento itinerante nas quadras da cidade. Realizado por iniciativa dos artistas locais que reivindicam a conclusão das obras do Complexo Cultural da região[5], que teve início em 2014.

Fonte: Wikipedia

Facebook Comments